O SAPATO IDEAL COMBINA COM SEGURANÇA

O SAPATO IDEAL COMBINA COM SEGURANÇA

Nem sempre os sapatos mais elegantes ou confortáveis são apropriados para dirigir. Isso vale para os despojados chinelos, por exemplo, principalmente agora que a primavera chegou, as temperaturas estão mais altas e eles passam a ser mais usados. Guiar usando este tipo de calçado é perigoso e proibido por lei, já que eles podem facilmente escorregar e enroscar nos pedais.

O artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro destaca que é vetado dirigir usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa o uso dos pedais, como os chinelos de dedo, tamancos ou outro tipo de sapato ou sandália que não tenha as tiras presas atrás dos calcanhares. A infração é considerada média e gera multa de R$ 130,16, além de quatro pontos na CNH. No entanto, dirigir descalço é permitido.

Na Europa, estima-se que os calçados sejam responsáveis por até 1,4 milhão de quase acidentes e de acidentes nas estradas do Reino Unido todos os anos. Na França e na Espanha, por exemplo, dirigir de chinelos também é proibido e o valor da multa para quem for flagrado com eles ao volante é de 90 euros na França, cerca de R$ 340, e de 200 euros na Espanha – R$ 750 aproximadamente.

Marcus Romaro, engenheiro de Controle de Tráfego em Tatuí (SP), explica que entre os calçados com uso proibido estão os sapatos com salto alto. “O risco de acidente é tão grande quanto com chinelos. Isso porque, quando a motorista vai tirar o pé do pedal, o salto pode enroscar. Além disso, quanto maior o salto, menos sensibilidade a motorista vai ter, pois seu pé estará mais longe do pedal, o que prejudica a dirigibilidade”, afirma.

Romaro reforça que o uso de sandálias rasteirinhas, muito comum no verão, também pode ser perigoso. “Se a condutora calçar rasteirinhas com sola lisa e chover, o solado liso e molhado pode escorregar do pedal do freio e ir para o do acelerador, por exemplo.”

Os calçados mais adequados para os motoristas são os que têm apoio no calcanhar.
“Prefira usar calçados com sola flexível, que fiquem bem firmes nos pés e com fixação nos tornozelos. Tênis, sapatênis, sapatilhas, sapatos com solas mais finas e antiderrapantes são ideais”, completa.

O uso de tapetes de papel comumente oferecidos em lava-rápidos podem enroscar nos pedais, nos sapatos ou fazer o calçado escorregar e, por isso, deve-se evitar o seu uso.”

(41) 4063-8879
Quero vender
Fale Conosco
Whatsapp