O Pneu ideal para seu Veículo.

Para a escolha correta da dimensão do pneu, é importante consultar o manual do proprietário do veículo ou uma revenda autorizada Delinte. Nossos revendedores instruirão quanto à dimensão correta, tipo de escultura adequada à utilização, índices de carga e velocidade e outras informações pertinentes, principalmente no momento do “INCH-UP” (alteração da roda original por uma de maior diâmetro externo do conjunto igual ao original).

Montagem e desmontagem.

Muitos problemas ocorrem devido à montagem e desmontagem imprópria ou sem os devidos cuidados. Para evitar danos neste processo, realize este serviço em um revendedor Delinte. Sempre utilize lubrificantes de base  vegetal, pois lubrificantes derivados de petróleo danificam a borracha.

Limites de segurança dos pneus.

Através da resolução 558/80, o Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), estabeleceu que fica proibida a circulação de veículo automotor com pneu cujo desgaste da banda de rodagem tenha atingido os indicadores ou a profundidade seja inferior a 1,6mm em qualquer ponto.

Pressões.

A pressão do ar sempre será recomendada pelo fabricante do veículo, consulte o manual do proprietário, calibre seus pneus ao menos uma vez ao mês e sempre utilize tampas de válvula, pois são elas que garantem a integridade do núcleo e evitam a entrada de impurezas no interior das válvulas. (Lembre-se de trocar as válvulas sempre que houver uma nova montagem).

Rodízio.

Deve ser feito para garantir o melhor desempenho, aumentar o rendimento e proporcionar um desgaste uniforme dos pneus, devendo-se sempre que realizar o rodízio realizar também ageometria e o balanceamento, com muita atenção ao sentido de rotação lado interno/externo. Aproveite o momento do rodízio para inspecionar os pneus quanto a furos, cortes e outros danos. Consulte o manual do veículo para saber qual melhor momento para fazer o rodízio e em caso de dúvidas entre em contato com nossos revendedores autorizados.

Balanceamento.

A falta de balanceamento do conjunto pneu/roda causa vibrações em altas velocidades, o balanceamento correto é extremamente importante para a maior durabilidade e para que os pneus tenham um desgaste uniforme. O correto é balancear o pneu imediatamente após a montagem, certificando-se que foram seguidas todas as normas de montagem.

Alinhamento.

A geometria do veículo é um conjunto de características que reúne alguns elementos mecânicos que se respeitados transmitem estabilidade direcional, facilita a condução e evita a fadiga mecânica conservando a vida útil dos pneus, devendo ser verificada com frequência e ajustada se necessário conforme especificações do fabricante do veículo.
Deve ser verificada a convergência/divergência, camber, caster e KPI.
Deve ser verificada antes de cada alinhamento:
As possíveis folgas, condições dos amortecedores, pastilhas de freio, retentores ou coifas danificadas, rolamentos, pressão do pneu, etc.
O ajuste de veículos com direção hidráulica deve ser feito com o veículo ligado.

Consertos e Avarias.

Consertos só deverão ser realizados na banda de rodagem respeitando-se os limites máximos do dano e como medida provisória, sendo recomendado antes do conserto uma analise para verificação da extensão do dano, com limite máximo de 1,6mm de diâmetro após a reparação, que deve ser feita unicamente por disco com haste, lembrando que talões e flancos são irreparáveis.